Explore os nossos Insights

A ERA proporciona-lhe Value Through Insight™ com os nossos insights de várias indústrias

Um dos principais benefícios da Expense Reduction Analysts é a nossa rede global de especialistas, muitos dos quais desenvolveram conhecimento prático, experiência e insights de uma extensa experiência em indústrias relevantes.

Para fornecer valor acrescido, incorporámos este conhecimento do mundo real e insights numa vasta gama de white papers para download. Estes documentos são gratuitos e podem ajudar-lhe a aprender mais e ganhar uma vantagem competitiva numa variedade de temas.

Desde a criação da nossa empresa em 1992, desenvolvemos numerosas relações com organizações e associações profissionais de renome, cujos insights pudemos também integrar nos nossos white papers.

Explore todos os nossos insights e recursos de várias indústrias abaixo

Explore os nossos insights mais recentes e descubra que ações e conhecimentos práticos podem ajudar na melhoria do seu negócio. Se gostaria de saber mais sobre qualquer um dos nossos white papers para download ou sobre como podemos ajudar o seu negócio, contacte-nos.

 

Tomar as decisões apropriadas de contenção de despesa no meio de uma pandemia

 

Muitas empresas tiveram de tomar decisões rápidas sobre a contenção dos seus gastos, com a redução do número de colaboradores sendo a que mais prevalece. Enquanto esta decisão parece uma forma lógica de melhorar a tesouraria, existem vários riscos inerentes a despedimentos, incluindo custos adicionais drásticos a longo prazo.

Para ajudar as empresas a entender os custos, por vezes imprevisíveis, de fazer despedimentos, criámos um artigo que explica os riscos de tais decisões. Mais importante, este artigo faculta alternativas eficazes que podem ajudar a proteger a tesouraria enquanto se preservam empregos.

De volta ao Início

 

O Jogo da Transformação Digital

 

A transformação digital deixou de ser “algo bom de ter”; é o primeiro passo fundamental numa jornada que pode acabar por abranger algumas, a maioria, ou todas as seguintes tecnologias: big data, automação de processos robóticos, blockchain, IA, realidade virtual e aumentada e impressão 3D. Para que esta transformação proporcione o retorno esperado do investimento, é vital que o procurement esteja no seu cerne. Para que isso aconteça, os responsáveis de procurement e da cadeia de abastecimento devem, em primeiro lugar, enfrentar algumas verdades inconvenientes.

O sucesso começa com clareza. Transformação digital soa como algo óbvio – é usar a tecnologia digital para transformar a empresa, verdade? – mas é quase certo que stakeholders diferentes terão prioridades diferentes. É por isso que a alta direção – guiada pelo CPO (Chief Procurement Officer), assim se espera – precisa de definir, acordar e comunicar repetidamente os seus objetivos estratégicos.

Na era da computação em nuvem, a tecnologia evolui tão rápido que as empresas precisam de desenvolver a capacidade interna de entender tecnologias emergentes e como estas podem – ou não – melhorar a performance corporativa. As duas funções que deverão exercer um papel fundamental no desenvolvimento desta capacidade são procurement e TI.

A mentalidade antiga, em que empresas investiam em tecnologia em períodos definidos, deixará de ser suficiente.

Faça o download do white paper “O Jogo da Transformação Digital” e explore os exemplos e as etapas práticos de como pode preparar a sua empresa para a revolução digital.

De volta ao Início

 

 

Em quase todas as indústrias, nos últimos dez anos, um nível substancial de incerteza tornou-se normal. Crenças de longa data foram viradas do avesso por pressões políticas e económicas. Mas o COVID-19 leva-nos para uma nova década com ainda muito maior imprevisibilidade.

A realidade para muitos negócios é que esta incerteza vai continuar a ter um papel significativo na tomada de decisão e na definição da estratégia. Cabe aos CFOs conduzir o caminho para a recuperação e crescimento em segurança. Este desafio está a tornar-se mais complexo do que nunca.

O nosso relatório recente explora como os CFOs planeiam navegar nestas águas adversas, analisando pesquisas e informações estatísticas recolhidas de numerosas fontes credíveis.

Faça o download do white paper completo para começar a explorar as estratégias expansionistas e defensivas que estão a ser usadas pelos CFOs, a fim de ultrapassar a incerteza e a proteger os sucessos futuros das empresas.

De volta ao Início

 

Acelere a recuperação da sua empresa

 

Desde meio de março de 2020 que a economia mundial tomou um rumo muito incerto. Finalmente, a tempestade começou a dar sinais de querer acalmar. No pico da crise, as empresas foram conduzidas em modo de emergência – com pouco espaço para manobrar. Agora que o espaço para manobrar está a acalmar outra vez, as empresas devem agarrar esta oportunidade para acelerar a sua recuperação enquanto implementam medidas para se protegerem a si próprias de pandemias futuras.

A tarefa chave para uma empresa é aumentar a sua resiliência na fase de recuperação. Para compreender como a fase de recuperação vai estar especificamente em cada setor, podemos usar outros países para nos dar indicações. A China, por exemplo, está 2 meses adiante da maior parte dos outros países de todo o mundo. Assim, constata-se que um mês depois do confinamento, 90% das empresas da indústria automóvel estavam a funcionar novamente. No entanto, apenas estavam 70% das da indústria têxtil e 40% das empresas de catering.

As razões para o declínio nas vendas variam entre setores, uma vez que o comércio é fortemente afetado por um colapso na procura. O setor químico e o da construção, por exemplo, estão especialmente afetados com escassez de entregas e de oferta, de acordo com a McKinsey & Company.

Quando a crise do coronavírus nos atingiu no início, o principal foco das empresas foi manter as suas cadeias de abastecimento a curto prazo. Agora que as empresas tentam compensar os efeitos negativos causados pela crise, o foco está cada vez mais a mudar para questões de custo e eficiência.

Faça o download do white paper completo para explorar a nossa vasta gama de recomendações que podem ajudar a proteger a liquidez e a salvaguardar postos de trabalho da sua empresa.

De volta ao Início

 

Logística: visual, inventário e eficiência do armazém

 

A logística pode fazer a diferença no seu negócio, graças à gestão visual do armazém, ao inventário e à eficiência. É o pulmão comercial de todos os negócios e a venda começa no armazém, podendo ser controverso, mas é inegável.

Gerir corretamente o visual do armazém é uma atividade de enorme simplicidade, que aumenta drasticamente a produtividade e a motivação dos trabalhadores. Se, todos os dias, se cumprir uma rotina da limpeza, identificação e seleção da informação, o retorno vai chegar mais cedo do que o esperado.

O inventário pode ser matéria-prima, componentes para processamento ou produto acabado para venda, mas se estiver atualizado é meio caminho andado para um negócio eficiente. Mas, com que frequência deve ser feito o inventário? Na verdade, depende das caraterísticas de cada produto, pois os de menor rotatividade mensalmente, os de maior rotatividade, uma vez por semana, e produtos de alto valor, diariamente.

Finalmente, para a eficiência, a plataforma logística tem de ser modernizada, altamente tecnológica e eficiente para não ser responsabilizada por perdas que pesam no balanço financeiro anual da empresa. Ainda que possam ser elementares, há medidas, quando aplicadas em armazéns logísticos comuns, são um bom primeiro passo na eficiência e se traduzirão em ganhos financeiros tangíveis.

Saiba mais sobre a importância destes três temas e que fazem toda a diferença. Descubra como, fazendo o download do nosso white paper e aumente a sua competitividade e reduza os seus custos.

De volta ao Início

 

Criar uma cultura de otimização de custos

 

Incorporar a otimização de custos na estratégia global da sua empresa ajuda a melhorar as eficiências do seu negócio, enquanto gera valor tanto interna como externamente.

Em qualquer organização, independentemente do sector, normalmente há um denominador comum: a mudança.

À medida que tecnologias como a inteligência artificial, os transportes autónomos e as aplicações de realidade virtual continuam a evoluir e a fazer incursões no sector comercial, a forma como a sua empresa faz negócios irá provavelmente alterar-se nos próximos anos.

Quer as mudanças sejam causadas por tecnologias emergentes, proteção de dados ou nova legislação, a sua empresa terá de desenvolver a agilidade para dinamizar as operações em conformidade.

No entanto, as tecnologias e as mudanças emergentes não representam apenas potenciais desafios, também podem significar oportunidades para impulsionar a sua empresa.

Faça o download do nosso white paper e descubra como criar uma cultura de otimização de custos e um compromisso para fazer mudanças sustentáveis na sua empresa.

De volta ao Início

O nosso processo é simples. Os especialistas dos vários setores da ERA, todos com um amplo conhecimento das suas áreas de especialização, usam os conhecimentos adquiridos ao longo da sua vida profissional para ajudá-lo a negociar um acordo melhor em cada categoria de custos. Saiba mais sobre quem somos e como o podemos ajudar.

Clique aqui